Gabriela de Sá

O gosto por fazer doces nasceu na infância, quando ajudava sua mãe a preparar todos os aniversários da família. Ali viveu entre decorações de mesa e brigadeiros e entendeu que era isso o que amava, mas foi só na adolescência que descobriu que era o que queria como profissão. Escolheu cursar gastronomia no Centro Universitário SENAC e, aos 17 anos, se formou como a mais nova da turma. Passou a se aprimorar em confeitaria, trabalhou em ateliers especializados em casamentos e fez diversos cursos de pasta americana e técnicas para bolos com chefs internacionais.